Viúva de Mr. Catra diz que outras esposas o abandonaram após câncer

Um ano após a morte de Mr. Catra, a viúva Silvia Regina Alves usou a função Stories de seu perfil no Instagram para interagir com os seguidores. Questionada sobre as outras esposas do funkeiro, ela contou que “todo mundo meteu o pé” no momento que ele ficou adoeceu e ficou internado.

“Que outras esposas? Quando o meu marido ficou doente, todo mundo meteu o pé. Acabou aquela fábrica de ilusão de todo mundo dizer que era mulher do Catra”, diz Silvia Catra.

Ela completou: “Todo mundo queria ser mulher do Catra enquanto ele estava bem. Podia entrar nas baladinhas de graça, beber, desfrutar dos melhores hotéis. Depois que Catra ficou doente, foi diagnosticado com câncer, ninguém queria saber mais não”.

Veja também:

Funkeirinhos: quadro do Programa Raul Gil é criticado por sexualizar crianças

Na segunda-feira (9), a morte de Mr. Catra completou um ano e Silvia fez um post na página dele no Instagram. Na publicação, ela relembrou o tempo de luta contra o câncer no estômago – que ele descobriu no início de 2017.

“Levei meu marido para o hospital igual a um touro e vi ele definhar em vida na procura inconstante de uma cura onde nada mais importava pra mim”, escreve a viúva do funkeiro. “Brigas, traições, mágoas eram muito pequenas na frente do que significa cura pra vida. A única coisa que eu queria era que ele acordasse sem dor, com um bom humor”, continua ela.

Por fim, concluiu: “Hoje depois de 1 ano só me restou a saudade e a certeza que vou amar eternamente, então fica a dica: aproveite o máximo o amor da sua vida porque você tem o privilégio de estar com ele ao seu lado”.

Com 1 milhão de seguidores, a conta na rede social continua sendo atualizada pela família de Mr. Catra com fotos e vídeos – alguns nunca publicados – de momentos do cantor.

Confira alguns posts:

Morte de Mr. Catra

O cantor Mr. Catra morreu em 9 de setembro de 2018, aos 49 anos. O funkeiro lutava contra um câncer no estômago, diagnosticado em 2017. Catra estava internado no hospital HCor, em São Paulo (SP) e faleceu por volta das 15h20. Ele deixou 32 filhos.

Dias após o falecimento do cantor, o jornal ‘Extra’ informou que Catra não tinha nenhum patrimônio material acumulado para deixar de herança para sua prole.

O funkeiro vivia com a família em duas casas, mas nenhuma delas era própria – os imóveis eram alugados. Já o dinheiro adquirido ao longo da carreira acabou sendo gasto no tratamento contra a doença.

Mesmo assim, a família de Mr. Catra não deve ficar desamparada. Seus filhos devem passar a contar com os direitos autorais de suas músicas para melhorar a renda.

Além disso, outra ajuda está a caminho. Anitta anunciou que sua parceria com a rapper americana Cardi B usará a voz de Mr. Catra e que todos os lucros de direitos autorais serão repassados à família dele.

Veja também:

Música de Anitta e Cardi B terá participação póstuma de Mr. Catra

A novidade foi contada por Papatinho, que irá produzir a parceria, e se emocionou com a notícia. “Meses atrás, a família do rei Mr. Catra veio aqui no estúdio com umas vozes inéditas dele pedindo uma força, já que éramos muito parceiros. Produzi um funk 150 com trap com uma das vozes dele e acabou saindo uma bomba!”, explicou o produtor, que foi responsável pelo hit ‘Onda Diferente’, com Ludmilla e Snoop Dogg.

Fonte: NH TV